Secretaria de Estado de Saúde vai disponibilizar tablets para agentes comunitários de saúde


Profissionais devem começar a receber os dispositivos ainda na primeira quinzena de dezembro. Material será entregue aos profissionais até junho de 2014.

Foto : Henrique Chendes 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) por meio do programa Saúde em Casa, entregará tablets para todos os agentes comunitários de saúde a partir do mês de dezembro. O projeto Agente Conectado de Saúde propõe a utilização do dispositivo móvel para alimentação do sistema de informação em tempo real e ações de mobilização social e comunicação em saúde junto à população. Além disso, o projeto é mais uma ferramenta do Programa Mães de Minas para agilizar e qualificar a vigilância da saúde da gestante e do bebê.

A previsão é a de que os agentes comunitários de saúde de Minas Gerais comecem a receber os tablets ainda na primeira quinzena de dezembro. Na primeira etapa de distribuição, oito municípios serão beneficiados e o restante do material será entregue até junho de 2014. A entrega e gerenciamento do material serão conduzidas em parceria com os municípios mineiros. 

Segundo a referência técnica da SES no projeto Agente Conectado, Rodrigo Queiroga, o programa será uma maneira de mobilizar os profissionais que atuam na atenção primária. “Esta é uma forma de engajar os agentes comunitários nas principais causas da saúde, como a luta contra a dengue e a redução da mortalidade infantil. Através dos tablets, o agente terá acesso a um material importante, como vídeos e aulas, que o ajudará a promover a educação social na área da saúde”, afirma. 

A proposta é que os tablets sejam utilizados para o pré-cadastro das gestantes no programa Mães de Minas, realização de cadastros fotográficos, meio de troca de informações e como biblioteca de documentos utilizados no contexto de trabalho do agente. “O projeto é importante por ser uma maneira de valorizar e resgatar, junto aos agentes de saúde, a importância do trabalho deles em prol do bem-estar da população. A tecnologia será um meio colaborador desse trabalho”, comenta Rodrigo Queiroga. 

Por meio do projeto Agente Conectado, será criada uma rede de agentes comunitários, com o intuito de compartilhar informações. Além disso, o lançamento manual dos dados será evitado, melhorando a agilidade e qualidade do lançamento das informações que poderá ser acompanhado em tempo real pelos gestores de saúde. 

O projeto está vinculado ao Programa Estruturador Saúde em Casa, ação estratégica que propõe a ampliação da qualidade dos serviços de atenção primária à saúde, com ênfase em ações de promoção, prevenção e assistência à saúde da família. 

FONTE: AGÊNCIA MINAS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s